Obras da Linha Verde recebem aval da Cetesb em São José dos Campos

O projeto da Linha Verde, que irá interligar as regiões sul e leste de São José dos Campos, recebeu, a licença ambiental da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo). A aprovação é mais uma etapa para o início das obras de implantação da linha, que vai oferecer transporte público via VLP (Veículos Leves sobre Pneus).

A licença aprova a localização e concepção das obras e atesta sua validade ambiental. As regiões sul e leste da cidade são as mais populosas de São José dos Campos. Além de ligar os dois pólos, a Linha Verde também atenderá o centro da cidade neste primeiro momento.

Linha Verde

Projeto é interligar zonas sul e leste da cidade por meio de uma linha abastecida por VLPs (Veículos Leves sobre Pneus)

Em abril, a prefeitura já havia assinado os contratos tanto para as obras quanto para a aquisição dos 12 VLPs que irão circular na Linha Verde.  O projeto é uma das apostas da prefeitura para o transporte público da cidade e substitui o BRT (sigla em inglês para Ônibus de Transporte Rápido) projetado pela gestão anterior. 

Nesta primeira etapa, a Linha Verde terá início na Estrada do Imperador (região sul) e segue até o Terminal Intermunicipal (região central).  A etapa posterior do projeto ainda um Anel Viário Leste, que permitirá a interligação da cidade ao Parque Tecnológico sem que seja preciso utilizar a Rodovia Presidente Dutra.

A primeira fase do contrato foi firmada com o Consórcio Projeto Linha Verde, formado pelas empresas Compec Galasso e Geosanda. O valor é de R$ 55,832 milhões, sendo que, deste montante, R$ 30 milhões serão de aporte do Governo do Estado.

Já os contratos para a compra dos 12 VLPs foram realizados com a BYD do Brasil, no valor de R$ 34,732 milhões. De acordo com a prefeitura, R$ 9,2 milhões deste valor seirão da outorga do serviço de concessão de zona azul no município.

Deixe sua opinião