Felicio Ramuth deixa a Prefeitura de São José para disputar o governo estadual

Kiko e Felicio

Pré-candidato a governador, Felicio Ramuth recebe o coordenador do Desenvolve Vale, Kiko Sawaya, em seu gabinete, na Prefeitura de São José dos Campos

Felicio Ramuth, prefeito de São José dos Campos, confirmou hoje (28/3) que será pré-candidato a governador de São Paulo pelo PSD, partido ao qual se filiou neste ano. O anúncio ocorreu em evento na capital paulista, com a presença do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, e de outras lideranças do partido.

Ao se colocar na disputa pelo governo estadual, Felicio deixa a prefeitura de São José dos Campos, no início do terceiro ano de seu segundo mandato (o político foi reeleito em 2020, com 58,21% dos votos válidos).

O cargo será assumido pelo vice, Anderson Farias (PSD). O limite para entrega do cargo de líder do executivo para poder postular ao governo de São Paulo é o dia 2 de abril, conforme as regras do Tribunal Superior Eleitoral.

Confirmação

Desde o início de fevereiro, quando recebeu convite de Kassab, era esperado que Felicio decidisse assumir a candidatura para disputar o cargo no Palácio dos Bandeirantes. No dia 11 de março, o Desenvolve Vale divulgou uma carta aberta ao prefeito de São José, na qual manifestou apoio à iniciativa do político, no caminho que já se desenhava com o amadurecimento da pré-candidatura. 

Segundo Felicio, a decisão de aceitar o convite do PSD se deu após ouvir empresários, associações, sindicatos, lideranças comunitárias e a população. Ele afirmou que o PSD é um “partido de centro” e que enxerga uma “eleição aberta”, com 71% da população ainda indecisa sobre quem votar, e que é possível construir uma candidatura, mostrando resultados obtidos em seus pouco mais de seis anos como prefeito de São José.

Deixe sua opinião