Embraer entrega primeiro jato Praetor 500 e anuncia acordo com FAB

Embraer entrega jato Praetor

Praetor 500 faz parte de negócio de US$ 1,4 bilhão com a empresa Flexjet

O fim do ano está agitado na Embraer. A gigante da aviação entregou nesta segunda-feira (23) o seu primeiro jato executivo Praetor 500 ao mercado. O avião foi entregue para a empresa Flexjet, uma das líderes globais no mercado de transportes com aeronaves particulares e faz parte de uma negociação que envolve US$ 1,4 bilhão.

A transação acontece pouco mais de um ano após a nave ter sido lançada, durante a National Business Aviation Association’s Business Aviation Convention and Exhibition de 2018. O acordo envolve uma frota de jatos executivos da Embraer. 

A parceria tem história. Vem desde 2003, quando a Flight Options, empresa que passou a fazer parte do grupo Flexjet em 2015, foi pioneira ao introduzir o jato Legacy em sua frota. Em 2010 foi a vez do Phenom 300 e, agora, os novos Praetor 500 e Praetor 600.

Parceria
Além da entrega do primeiro Praetor 500, a Embraer ainda comemora neste fim de ano a assinatura de uma parceria com a Força Aérea Brasileira (FAB) para o estudo de uma nova aeronave leve militar.

O objetivo é atender às necessidades operacionais da FAB, especialmente nas missões da Amazônia, com pistas curtas e não pavimentadas. O estudo ainda engloba novas soluções para aeronaves híbridas, que contam com eletricidade como forma complementar de energia.

Em 2019, a FAB já recebeu as primeiras unidades do cargueiro KC-390 Millennium, avião de multimissão.  A ideia é que o novo acordo ajude a modernizar a capacidade de transporte da aeronave nos segmentos inferiores, atendendo de forma mais abrangente às necessidades do país.

Motor elétrico
A Embraer ainda realizou, no dia 19, o primeiro teste com o motor elétrico WEG, que será parte do sistema do avião de demonstração da tecnologia de propulsão aeronáutica 100% elétrica.

Os testes foram realizados em Jaraguá do Sul (SC) e representam avanços importantes para o desenvolvimento de uma aeronave que utilize a tecnologia. O início dos trabalhos está previsto para o início de 2020.

Deixe sua opinião