Construção tem aumento de empregos e diminuição de custos

O Índice Nacional de Custo da Construção–M (INCC-M), calculado pela Fundação Getulio Vargas, ficou em 1,1% em julho, patamar menor que o de junho deste ano (2,8%) e julho do ano passado (1,2%).

Com o resultado, o INCC-M acumula inflação de 8,4% ano e de 11,6% em 12 meses. A inflação relativa a materiais, equipamentos e serviços caiu de 1,4% em junho para 0,6% em julho.

Outra boa notícia do setor veio com os dados sobre emprego divulgados pelo Caged. Em junho, a indústria da construção brasileira abriu 30.257 vagas, 4.934 delas no estado de São Paulo.

No primeiro semestre, a construção empregou mais 184.748 trabalhadores, elevação de 8% na comparação com dezembro. No acumulado de 12 meses, foram 247.317 novos empregos, aumentando o contingente em 11%.

Para o presidente do SindusCon-SP, a construção fechou o primeiro semestre em franca atividade, enfrentando desafios como aumento dos preços dos materiais de construção e a elevação dos juros.

“Isso reforça a estimativa de que o PIB do setor feche o ano com crescimento superior a 3%. Mas devido ao cenário econômico e à queda de renda das famílias, continuamos com a perspectiva de redução do volume de contratos no segundo semestre, o que poderá impactar o ritmo das obras e a geração de emprego em 2023”, considera Odair Senra.

Mercado imobiliário na RMVale

Segundo o Conselho Regional de Corretores de Imóveis – CreciSP, a venda de imóveis usados caiu 4,4% no primeiro semestre, influenciada pela queda de 48,9% em junho, após três meses de altas acima de 20%.

Em contrapartida, as locações aumentaram 29,8% de janeiro a junho. A pesquisa feita com 55 imobiliárias de 16 cidades mostrou também que as locações subiram 9% em junho, com preferência para casas (82,6%).

Os imóveis mais vendidos no mês passado também foram casas (78,7%), quase metade delas com valores entre R$ 201 mil e R$ 300 mil.

construção

Imagem aérea dos empreendimentos Floradas Arboville e Alvoradas Arboville, em Jacareí, da construtora Terra Simão

Deixe sua opinião